Admin

Associação Brasileira de Criminalística - ABC

  • A Associação Brasileira de Criminalística - ABC é entidade com caráter federativo, fundada em 22 de setembro de 1977, por iniciativa dos Peritos Oficiais do Brasil. É uma sociedade civil, sem fins lucrativos, com sede e foro em Brasília/DF, que congrega as entidades representativas dos Peritos Oficiais, ativos e inativos, da União, dos Estados e do Distrito Federal.

    Em 18 de setembro de 1947, ocorreu o 1º Congresso Nacional de Polícia Técnica, realizado na Escola de Polícia do Estado de São Paulo. Esta data ficou reconhecida como sendo a origem da ABC. Foi o primeiro encontro nacional de Peritos Oficiais, buscando a troca de experiência e a capacitação técnico-científica.

    [+] Saiba mais

A realização de perícias nos locais de crimes e a confecção de laudos policiais só podem ser realizadas pelos servidores enquadrados no cargo de peritos criminais. A decisão é da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), que seguiu, à unanimidade, o voto da relatora do processo, a desembargadora Beatriz Figueiredo Franco (foto). A ação foi ajuizada pela Associação dos Peritos em Criminalística do Estado de Goiás (Aspecg), por verificar que funcionários nomeados em funções distintas estavam realizando também esse trabalho técnico.

“Metrópole da Amazônia”, tomou para si a responsabilidade de realizar evento de elevada magnitude no campo da Perícia Oficial, IV SEMINÁRIO NACIONAL DE DNA E LABORATÓRIOS FORENSES, promovidos pela Associação Brasileira de Criminalística – ABC.

Belém do Pará – “A Cidade das Mangueiras” – de culinária típica e diversificada, da cerâmica marajoara, do rico patrimônio histórico e cultural e das lendas e encantos amazônidas, foi credenciada a receber de forma aprazível e hospitaleira os profissionais ligados as áreas periciais de DNA e Laboratórios Forenses que se dirigem para a “Cidade Morena” vindos dos diversos estados brasileiros.

Quinta, 17 Julho 2014 14:20

Nota de Esclarecimento

A Associação Brasileira de Criminalística - ABC, a respeito da matéria veiculada no dia 15 de julho de 2014, no portal “ACRITICA, vem a público esclarecer que em nenhum momento, ao conceder via telefone entrevista àquele meio de comunicação eletrônica, comentou uma linha sequer acerca da capacidade, eficiência ou qualificação dos policiais civis do Estado do Amazonas, até porque isso não reflete a afinidade da ABC, além do que o objeto de estudo e preocupação dessa associação  prende-se especificamente à estruturação e eficiência da perícia técnico-científica.

Ao se compulsar o inteiro teor da matéria veiculada, começando pelo título  que aponta a “polícia despreparada”, verifica-se com irrecusável facilidade que o imbróglio criado pelo noticiário em comento se deu mais em função da lamentável, confusa e ineficiente redação executada pelo repórter signatário da matéria do que pela inevitável radiografia efetuada por essa associação quanto à realidade vivenciada pela perícia técnica do Estado do Amazonas.

Em nenhum momento comentou-se sobre a capacidade da Polícia Civil do Amazonas.

No ensejo, salientamos que o Estado do Amazonas não tem envidado esforços para atacar de frente os problemas que afligem o setor de perícia técnica, mormente quando dá o primeiro passo no sentido de que se busque a tão desejada autonomia administrativa e financeira, motivo pelo qual reafirmamos o nosso compromisso com o Governo do Estado do Amazonas em colaborar com essa reestruturação. 

Newsletter




Webmail



Associação Brasileira de Criminalística - © 2014 - Todos os direitos reservados - Site por Alvetti.com